Medindo o saneamento: potencialidades e limitações dos bancos de dados brasileiros

17/10/2018

O acesso à informação de qualidade é essencial para que se possa fazer diagnósticos confiáveis e realistas sobre os serviços de infraestrutura do país. O setor de saneamento – principal desafio de infraestrutura brasileira – embora possua diversas bases de dados, carece de informações compatibilizadas e que contribuam para o efetivo monitoramento das políticas públicas.

Neste sentido, o documento Medindo o saneamento: potencialidades e limitações dos bancos de dados brasileiros, elaborado pelo FGV CERI, apresenta e avalia criticamente as bases existentes a fim de contribuir para o debate sobre a estruturação destas no setor. Ainda, visando ilustrar a dificuldade na elaboração do diagnóstico, o documento engloba estudo de caso sobre o esgotamento sanitário, e apresenta uma breve análise de consistência das informações do SNIS, maior base de dados nacional sobre saneamento.

Confira aqui